Criatividade
Uma xícara de inbound marketing e uma colher de criatividade

Compartilhe agora =)

Rate this post
Uma xícara de inbound marketing e uma colher de criatividade

Você não precisa ser um chef de cozinha para saber que o sucesso na preparação de um prato depende de algumas regras a serem seguidas. Essas orientações formam parte de uma receita e que, juntamente com os ingredientes, farão com que o prato escolhido tenha o melhor resultado possível, e assim alcançará os seus principais objetivos: agradar o paladar e saciar a fome.

 

Cozinhar é como um espetáculo: é preciso muita organização, treino, dedicação, conhecimento e amor para que, no final, os cinco sentidos o aplaudam de pé.
Fernando Capella Reis (Chef de Cozinha)

 

 

Enquanto na culinária os métodos variam de chef a chef e de receita a receita, no Inbound Marketing a história não é muito diferente. Apesar de ser uma metodologia relativamente nova aqui no Brasil, já existe muita gente criativa modificando os processos de produção de conteúdo, tanto para melhorar e automatizar, quanto para piorar e contorcer o verdadeiro sentido do inbound marketing. Mas não é bem sobre isso que vamos falar aqui…

 

O foco deste texto é usar uma analogia para estimular o processo criativo dentro dessa estratégia de Marketing Digital e para uma melhor absorção, sugiro que leia em nosso blog, um outro artigo que preparamos e explicamos a partir de uma história real o que é o Inbound Marketing e como ele funciona.

 

Então vamos lá! Entendendo melhor a metodologia do inbound, vamos perceber que existe uma certa semelhança com a arte de cozinhar, uma vez que ambos os lados buscam agradar seus públicos com suas estratégias. No caso da Culinária, um prato para ter sucesso não depende somente do gosto, mas também de um visual agradável e que será, este, o grande chamariz para que ele seja degustado. E além do paladar, existe um outro sentido muito importante que é motivado através do cheiro: o olfato.

 

Por que são elementos importantes? Imagine você, chegando em um restaurante onde ainda não consegue ver as delícias que ali estão, pois estão todas na cozinha, porém, o prazeroso aroma se espalha sobre o local e automaticamente aumenta sua fome. Com certeza você sentará em alguma das mesas e pedirá o cardápio ao garçom, efetivando assim, a atração do consumidor, que no caso é você. Depois que chegar o prato escolhido, só o sabor vai dizer se você será fidelizado e se você será o mais novo cliente assíduo do restaurante. Digamos que assim completamos o processo de conversão.

 

Agora sobre o inbound, ainda não é possível utilizar o olfato a favor do marketing digital, mas creio que em um futuro próximo teremos essa realidade fazendo parte do nosso dia a dia. Enquanto isso não acontece, podemos fazer uso da visão para atrair nossas personas, ou seja, podemos utilizar os elementos visuais para primeira etapa de conversão dos prospects. Esse impacto visual é possível através de técnicas diversas como o simples uso de uma imagem adequada, que condiz com o tema do conteúdo escolhido ou também com um botão que provocará a ação do usuário e que o redireciona para um local desejado, podendo o mesmo finalizar o processo de conversão e se tornar um novo lead qualificado.

 

Sabendo de tudo isso, ainda tem muita gente achando que o design, propriamente dito, não influencia na geração de novas vendas. É uma realidade que está mudando aos poucos. Lógico que sozinho, o design pode não ter tanta eficácia de conversão, mas se ele está junto com uma estratégia bem definida, a probabilidade de sucesso aumenta consideravelmente. E se além do design agradável, for estimulada a criatividade e a experiência das pessoas, a chance de atração cresce ainda mais e com certeza proporciona um grande diferencial competitivo.

 

Muitas vezes esse lado de criação é negligenciado pelo fato de vivermos em tempos de marketing de resultados rápidos, e inovar acaba se tornando difícil, pois precisamos de um momento para “esquentar a cabeça” e se empenhar no processo de criação. Essa etapa da criação pode ser confundida com perda de tempo e, em alguns casos, podem achar que outra atividade poderia estar sendo executada. Seguindo essa lógica, muita gente esquece que a criatividade aplicada de forma bem pensada, além de trazer resultados diretos nas vendas, também pode promover ações incríveis de geração de autoridade para marca.

 

Enquanto esses pensamentos não perecem, devemos nós, profissionais da área, focar em quem realmente tem interesse de entender mais sobre as diversas estratégias digitais, que são possíveis aos diversos tipos de negócios. E em cima destes fazer um trabalho que una os elementos necessários para uma boa comunicação.

 

Ferramentas como Inbound Marketing + Criatividade trazem mais resultados, ajudam a fortalecer as estratégias de marketing digital e fazem se emergir no imenso oceano de conteúdo disponível na web. Mas isso é assunto para um outro texto! Clique neste link e conheça algumas dicas que poderão melhorar seu processo criativo na hora de produzir o seu conteúdo.

Compartilhe agora =)

Comente aqui!

Postagens relacionadas

Comente aqui